terça-feira, 18 de novembro de 2008

(Post #100) Antes do Amanhecer/Antes do Pôr-do-sol



Eu acabei de ver estes dois filmes, Antes do Amanhecer e Antes do Pôr-do-sol, e me senti obrigada a tê-los como tema na centésima postagem do nosso querido blog.
Como eu amo essa sensação pós filme! (com livro é diferente, eu prefiro o que sentimos quando lemos) Quero registrá-lo - estes filmes, esta sensação - pois ainda estou na magia dos filmes (que na verdade, poderia ser apenas um). Ainda estou no filme. Então enquanto o sentimento ainda é fresco, vamos aproveitá-lo. Não quero me esquecer destes filmes, nem do que eu senti - do que ainda sinto.
Bom, não quero superestima-los. Já senti coisas mais incríveis por outros filmes e/ou já vi filmes TÃO melhores, isso fato, lógico, mas estes são especiais como poucos, pois o que é vivido nos filmes é exatamente o que idealizo nos meus sonhos, aqueles românticos que toda mulher tem. Entendem? Não estou aqui preparando-lhes para ler a resenha de um dos melhores filmes que já vi, em termos técnicos e tal, e sim um dos filmes mais especiais aos meus sentimentos.
Já sei, fiz suspense demais e estão curiosos...

Before Sunrise
Sinopse: Jesse (Ethan Hawke), um jovem americano, e Celine (Julie Delpy), uma estudante francesa, se encontram casualmente no trem para Viena e logo começam a conversar. Ele a convence a desembarcar em Viena e gradativamente vão se envolvendo em uma paixão crescente. Mas existe uma verdade inevitável: no dia seguinte ela irá para Paris e ele voltará ao Estados Unidos. Com isso, resta aos dois apaixonados aproveitar o máximo o pouco tempo que lhes resta.



Before Sunset
Sinopse: Jesse (Ethal Hawke) e Celine (Julie Delpy) se conheceram por acaso em uma viagem de trem que ia de Budapeste a Viena, passando o dia juntos e se separando no início do dia seguinte. Nove anos depois eles se reencontram, novamente por acaso. Jesse agora é um conhecido escritor, enquanto que Celine trabalha para uma organização de proteção ao meio-ambiente. Jesse agora está em Paris para promover seu mais novo livro e, após reencontrar Celine, passa com ela algumas horas, onde discutem o que aconteceu em suas vidas em todos estes anos.


Confesso que quando Antes do Amanhecer terminou, fiquei com medo de assistir a Antes do Pôr-do-sol, por motivos que vocês podem imaginar: E se o filme for ruim, e dar um péssimo final para um filme tão bom? Sim, "para um filme tão bom". E estranho isso, pois não é todo romance que me prende a atenção. Mas entre todos aqueles clichês fofinhos, este filme se destaca: fofinho sim, porém não clichê! Antes do Amanhecer me surpreendeu demais e por motivos "pessoais", eu diria, pois me identifiquei muito com os personagens. Talvez você não goste, talvez fique irrtado com os intermináveis diálogos, ou talvez você goste, mas não tanto, simplesmente o filme pode não mexer com você. Mas o fato deu ter escolhido-o para este post, é apenas isso: o filme mexeu comigo de uma maneira tão delicada! Há várias perspectivas neste filme, como a forma que ele consegue ser realista e não-realista ao mesmo tempo. É impossível não se envolver.
E, bom, assisti Antes do Por-do-sol logo em seguida (e que rufem os tambores!)... É tão bom quanto o primeiro. A princípio eu imaginei ser apenas uma continuação por dinheiro, como estamos tão cansados de ver por aí. Essa é uma continuação diferente, de um filme diferente. Nota-se o carinho que tiveram para fazê-la, no carinho que desenvolveram o enredo, para não fugir da idéia principal e sim amadurecê-la. E é justamente isto que mais se destaca em Pôr-do-Sol: é mais maduro.
A magia do Amanhecer não se perde nestes nove anos, e sim cresce. O amor de Celine e Jesse está mais forte e mais intenso. Os personagens evoluíram, e o amor os seguiu. Amanhecer, como eu disse, mexeu comigo de uma forma delicada, e ao contrário dele, Pôr-so-sol foi mais profundo. Um complementa o outro, e juntos formam uma história linda!
É importante dizer que a Julie Deply e Hawke ajudaram no roteiro, e colocaram detalhes pessoais nos personagens, o que resultou em ótimas atuações e só deixando tudo o mais realista possível. É ótimo perceber que aquilo é sentido de verdade e não artificialmente, que há uma emoção de ambas as partes: de quem faz e de quem vê.

Para quem gosta e para quem não gosta de romance: VEJAM!

(Acho que um post tão grande superou minha ausência, haeuhauehaeuah)

Edit: às 17:50

Postado por Yasmin

8 comentários:

Rafa disse...

eu só asssiti a Before Sunset, e não gostei, mas tenho curiosidade de ver o primeiro filme :)

beijos

talkingaboutmovies disse...

Ah, Rafa, mas não da para ver Before Sunset sem ver Before Sunrise! Hahahaha
Imagino que deve ficar beeeeeem sem graça.

Rafaela disse...

eu sei, hahaha, é porque vi faz tempo, quando peguei nem sabia que tinha o primeiro :/ mas quero assistir agora!
;*

maa.rcela disse...

aah , eu vi esses dias na Warner, eu amei :)

Marcos disse...

São filmes que eu sei que são bons e não me arrependeria de pegá-los... Porém alguma coisa acontece comigo e acabo pegando milhares de filmes antes...
Agora, com todo esse comentário da Min, pretendo vê-los o mais rápido possível...
[Aliás...quero ver outro filme do Linklater...]
...bjo, Min...

- danniely disse...

não vi, mas quando tu diz que um filme é bom, eu até me assusto. UAHUAHUAHUAHU

Letícia S! disse...

Eu sou a Celine :')
haha amo muito os dooois! :*

someteenbooks disse...

E eu que assisti a Before Sunset antes =P
Comprei um dvd muito baratinho na americanas que vem 1 dvd com os dois filmes [creuza style, eu sei], daí o adesivo que indica o nome do filme tá colado ao contrário e eu acabei vendo o segundo antes do primeiro.

Mesmo assim gostei muito!
Semana passada reassisti e fiquei pensando se uma coisa daquelas acontece de verdade... seria muuito louco se realmente houvesse um encontro daqueles... mas por um lado é triste tbm... pq no segundo filme dá uma sensação de que eles disperdiçaram tanto tempo, fizeram tantas coisas das quais se arrependem...
Tem uma música da trilha de Twilight, Fightless Bird, American Mouth, cujo começo me lembrou na hora a canção que a Celine canta no final... tão linda...

Beijos =)