sexta-feira, 3 de abril de 2009

Watchmen

postado por Yasmin


Primavera de 1986. Uma HQ é lançada. Escrita por Alan Moore (V de Vingança) e ilustrada por David Gibbons, Watchmen surge como um "divisor de águas". A obra de Alan Moore junto com outras HQs fizeram, na década de 80, com que muitas pessoas mudassem o conceito de história em quadrinhos. Apareceu o termo "graphic novel" para denominá-las, pois havia uma mudança drástica na forma de enredo: As histórias passaram a abordar temas complexos, onde um super-herói de cueca por cima da calça não é mais o queridinho.
Situada em um universo paralelo (mas não tão distante da nossa realidade), Watchmen vai de Guerra Fria à importância de um abraço. Alan Moore soube mostar o horror de tão perto, que há momentos em que você é capaz de entender insanidades. E te faz lembrar da frase de Maquiavel "O fim justifica os meios", que nunca fez tanto sentido. Todavia, com a mesma faclidade que consegue espantar, Watchmen emociona.
Eu só tenho a acrescentar que ler essa HQ é uma experiência única, e para mim foi uma das melhores; Watchmen mudou a minha vida. Sem mais.

Outono de 2006. E depois de vinte anos de boatos sobre um filme, depois até de aparecem supostos diretores como David Hayter, Darren Aronofsky, Paul Greengass interessados na obra, ês que Zach Snyder, até então famoso por 300, negocia com a Warner Bros e finalmente confirmam um diretor, e por falar em Warner Bros, mais tarde a Fox entrará com uma briga judicial, pois tinha os direitos até os anos 90... Querem mesmo saber disso? Tenho certeza que não.

Verão de 2009. O filme de Zach Snyder finalmente estreia. Até então, o diretor demonstrou um imenso carinho e dedicação com o filme, deixando muitos fãs animadíssimos com trailers, fotos e videos sobre os bastidores. Ficou claro que o filme estava nas mãos do diretor certo, sendo ele um fã e não um aproveitador barato de Hollywood.
Estávamos nós, os fãs, certos? Isso gera controvérsia. Após a estreia do filme, ficou constatado por uma parcela destes fãs que o Snyder é um babaca tosco péssimo diretor que destruiu toda a HQ e etc etc etc etc... Mas na verdade, isso é papo de fã xiita. Querem a realidade? Snyder fez um trabalho digno da graphic novel, ou melhor, uma ótima homenagem. E eu como fã não reclamo.

(Eu postaria aqui uma sinopse, mas nenhuma explica a história direito, portanto acabei desistindo.)


Eu, como fã: O filme arrancou alguns arrepios. Snyder soube usar os atributos do cinema direitinho e impressionou (muito) visualmente. Teve ideias que só cineastas tem e que só dão certo nas telas; ideais criativas que passaram um sentimento de fã para fã. Explorou o filme como pode, e resolveu modificar o final que, mesmo depois de muita falação, muitos entenderam o seu ponto de vista (eu, inclusive).
Encantou. Fato. Foi como se as cenas da HQ criassem vida: As mesmas cores, as mesmas roupas, o mesmo cenário... E em algumas cenas ele não foi rico só visualmente, mas soube retratar bem a emoção (todavia, isso infelizmente acontece em poucas cenas). Essas cenas são impactantes e chocaram. Tudo feito como se fosse uma pintura, um quadro. Uma obra de arte. E às vezes com Bob Dylan, Simon and Garfunkel ou Jimi Hendrix de fundo. Repito: Impactantes.
Enfim, sem delongas, foi uma sensação linda. Atingiu todas as minhas expectavias (e eram altas).


Mas para Você, que não conhece a HQ: O filme peca no roteiro. Watchmen tem uma história muito complexa onde tudo que é mostrado é importante. Cada detalhe e cada personagem tem sua emoção, sua particularidade, seu significado. O filme tentou ao máximo mostrar como a história é grande, deu ênfase aos detalhes ínfimos (só percebido pelos olhos de quem leu), explicou os personagens da maneira que conseguiu; de longe percebe-se o esforço que tiveram - nós, fãs, não aqueles que não leram. As pessoas que não leram não se importaram se uma foto tinha ou não um colar de pérolas ou na sequência em que as pessoas apareciam em uma segunda foto. Isso, para quem leu, fez uma enorme diferença (aliás, a diferença do filme é justamente essa: os detalhes). Entretanto, você que não leu, pouco se importou e quis mesmo é saber do enredo (e se quis saber das cenas de ação, pff, coitado! deveria ter se informado que a história se trata de anti-herois e apesar de violenta, não é aventura e nem ação). Enredo este que teve (grandes) falhas e pode ter te deixado confuso ou indiferente. Ter uma das duas reações é totalmente plausível: Como disse lá em cima, Watchmen carrega uma história complexa que, obviamente, não conseguiram colocá-la em 2h40etanto de filme. Mesmo muitos achando um filme longo demais, ele foi curtíssimo. Watchmen para mostrar a história completa, sem buracos, deveria ter no mínimo 3h30. Mas assim o filme venderia menos do que vendeu, então... Pois é, normas são normas. Snyder fez um filme maior mas foi obrigado a cortá-lo. Assim, resumiram muito a história, perdendo a intensidade de muitas partes.
Mas eu lhes digo: Este filme, desde o princípio, foi dito como "um filme para fãs". Entendendo isso, o resultado não poderia ser melhor.

O que podemos concluir disso tudo, Yasmin? Leia a HQ. Apenas isso. Leia.



PS: Foi difícil falar sobre algo que considero tão grande e é tão importante para mim, mas eu tentei.

7 comentários:

Rafa disse...

Adorei a resenha Minn, ficou linda, não tive oportunidade de assistir watchmen, por causa daquele problema que já falei da censura e ninguém quis ir comigo, bom, mas não li a HQ, então não sei se ia gostar tanto do filme ou compreender toda a história, como os fãs.
Ah, eu assisti queime depois de ler ontem, bem legal né? Brad Pitt tá hilário.

Ibertson Medeiros disse...

Assisto amanhã. Blog legal, escrito só por mulheres. Vou passar a visitar o blog de vocês. Conheci o blog a partir da Rafaela.
Continuem com o bom trabalho. Beijos!

Ray-Sama disse...

Aloha!

É, se o HQ é tão complexo, de nada adiantaria querer um filme assim, já que o povo quer tudo prontinho e rapidinho.
Pelo menos isso ajuda a divulgar os quadrinhos!

***

Não entendo pq algumas pessoas têm medo de animais... Sabe, nem passa pela minha cabeça.
Uma vez fui a uma queima do alho e tinha cavalos para montar. As criancinhas ficavam chorando pq não queriam!

Vai entender...

Aloha!

darsh. disse...

vi o filme antes da HQ, e já to com ela aqui pra ler!

Marcela' disse...

Nossa, nunca vi uma HQ desse jeito, com certeza vou procurar alguma coisa sobre Watchmenpara ler..
E ah, eu tenho um livro que mudou minha vida e por mais que eu escreva, escreva, parece que nunca é o bastante, te entendo, haha
Baaci!

Gabriel Antonio disse...

odeio Snyder,idolatro Alan Moore,dificilmente verei o filme

MILHA TURVA disse...

Verei este filme em breve.

Valeu por ter visitado meu blog.

Abraços!!!

MILHA TURVA